O seu evento pode ser aqui realizado…


- Congressos e conferências

- Reuniões Empresariais

- Exposições e Workshops

- Apresentação / Promoção de produtos

- Team Building / Coaching

- Aluguer de Espaços / Visitas ao Estádio

- Animação Socio-Cultural

- Serviço de Restaurante e Bar

- Casamentos / Baptizados

= Festas de Aniversário

> Mais informação em link externo

História
Números
Localização
Relvado e Bancadas
Sede do S. C. Beira-Mar e Loja Amarela
Camarotes Prestígio
Camarotes Empresa
Balneários
Auditório António José Bartolomeu
Centro de Imprensa
Ginásios
Outras Associações Desportivas
Praça Adjacente ao Estádio
"Bolacha"
Estacionamento
Outras Áreas
Eventos em Destaque
Informação Legal
Downloads
Links

Estádio > Áreas Desportivas > Centro Municipal de Marcha e Corrida de Aveiro

Com este projecto, pretende criar-se uma alternativa desportiva e recreativa reforçando algumas das excelentes boas práticas (caminhar, correr, etc.) que existem um pouco por todo o país, disponibilizando o apoio técnico necessário para qualificar a actividade voluntária e espontânea a este nível. Deste modo, mais do que contribuir para o aumento do número de praticantes, pretende-se intervir de forma eficaz na promoção da saúde, combate ao sedentarismo e desenvolvimento de um ambiente social encorajador de um estilo de vida activo.

Venha conhecer um percurso inovador para a prática desportiva. Venha caminhar e conhecer a equipa que apoia o projecto e que vos acompanhará no apoio técnico adequado!
Aconselhamos roupa leve e calçado adequado à prática da caminhada.
O percurso está definido para ocupar uma hora de caminhada, com um grau de dificuldade mínimo, constituindo assim um excelente percurso para que inicie a prática regular desta modalidade. Venha e traga a família!

A abertura dos Centros de Marcha e Corrida são acompanhados de painéis informativos, que apresentam os dias e horas de funcionamento do respectivo centro, bem como todas as informações acerca de percursos e forma de funcionamento. A avaliação dos níveis de condição física e de algumas avaliações de parâmetros de saúde, associados a uma prescrição do treino dirigida para a melhoria dos níveis de saúde dos praticantes são alguns dos passos que se seguem e que farão parte de registos anuais que sejam capazes de monitorizar os efeitos reais deste programa na saúde dos praticantes.

A criação de um Centro Municipal de Marcha e Corrida na zona envolvente ao Estádio Municipal de Aveiro, deve-se ao facto de esta dispor de um conjunto de factores que potenciam o projecto, como: boas acessibilidades (A17, A25, IP5), facilidade de estacionamento (capacidade para 3000 veículos ligeiros), pouco trânsito, proximidade de zona verde, proximidade dos serviços administrativos do desporto pertencentes à autarquia e EMA, bem como ao facto de se poder aproveitar uma área já destinada ao desporto para a promoção de outras modalidades.

Benefícios da marcha e corrida...

Actualmente, são várias as provas científicas que confirmam os muitos benefícios de caminhar regularmente:
- Reduzir o risco de doenças coronárias e ABC;
- Baixar a pressão sanguínea (tensão arterial);
- Auxiliar o controlo do colesterol;
- Reduzir a gordura corporal e ajudar no controlo do peso;
- Diminuir o risco de cancro do cólon;
- Diminuir o risco de cancro na mama;
- Reduzir o risco de diabetes tipo II (em pessoas não insulino-dependentes);
- Melhorar a condição dos ossos e articulações, ajudando a combater a osteoporose;
- Aumentar a eficiência do sistema imunológico;
- Aumentar a força, flexibilidade e a coordenação, reduzindo o risco de quedas;
- Promover a vida social;
- Ajuda a protelar a velhice (ajuda a evitar a doença de Alzheimer);
- Promove o tratamento de distúrbios psicológicos (depressão, stress, ansiedade);
- Facilita a correcção de vícios e posturas;
- Melhorar o bem-estar e a qualidade de vida.

Sobre a marcha e corrida...

Paulo Colaço, professor universitário, treinador de atletismo e também que coordena o Plano Nacional de Marcha e Corrida, é da opinião que o sedentarismo, característico de uma sociedade contemporânea tem sido associado à maior morbilidade e mortalidade da população, à redução da qualidade de vida e aumento do risco para diversos problemas de saúde (como as doenças cardiovasculares, a hipertensão, a obesidade, a osteoporose, a diabetes tipo II e algumas condições de saúde mental) sendo por isso imprescindível intervir e implementar medidas, a médio e longo prazo, que combatam de forma eficaz este problema. Neste sentido, torna-se importante, segundo Paulo Colaço que a sociedade modifique as suas atitudes, o seu sentido de valores e a sua conduta no que concerne à relação entre a saúde e o exercício físico.

Um outro entendido na matéria, o Dr. Carl Caspersen do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, em Atlanta, Geórgia, EUA afirma: “Passar do sedentarismo para caminhadas de meia hora, várias vezes por semana, pode reduzir drasticamente o risco de doenças.”

Por cá, o Ministério da Saúde defende que a actividade física moderada é benéfica não só para a saúde física em geral, como também para a saúde mental e para o nível social do indivíduo. Esta actividade física, deve fazer parte de um programa global de saúde para que se possa reduzir ou eliminar alguns factores de risco; um dos meios para manter a população activa, e assim combater os níveis de sedentarismo, colaborando para este programa global, é caminhando.

A caminhada é considerada, indiscutivelmente, a melhor forma para a realização de exercícios aeróbios para os adultos aparentemente saudáveis, especialmente para os idosos e para os pacientes portadores de doenças cardíacas e doenças metabólicas – diabetes, obesidade, excesso de triglicridios no sangue.

Segundo o Programa Nacional de Marcha e Corrida, caminhar é uma actividade que pode ser realizada por pessoas de todas as idades, desde as crianças às pessoas mais velhas, ou seja, é uma boa opção para as pessoas que, por motivos de saúde ou até mesmo por outros motivos (económicos, por exemplo), não podem realizar actividades desportivas que exigem mais delas (das pessoas, tanto a nível físico, como económico, como outras exigências). Por isso, é bom recordar que a caminhada é uma actividade gratuita que se adapta a qualquer estilo.